Gustavo Henrique 1 mes

Gustavo Henrique 1 mes

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Quanto de atenção damos aos nossos pequenos e quanto tempo passamos na Internet?

Ai gente....Internet é fogo né, é um vicío que não conseguimos domar, mas até que ponto somos tão viciadas?Antes de engravidar e quando eu estava grávida, passava praticamente o dia inteiro na internet tanto, que foi assim que conheci o pai do Gustavo. Então o Gustavo nasceu, ai minhas longas horas na internet diminuiram....(somente por alguns meses rsrs). Ele se tornou um pouquinho independente ja usava andador, ficava no cercadinho e etc....voltei com a corda toda, ligava o not as 10:00hs da manhã e ia desligar só ás 00:00hs parava so pra alimenta-lo. Foi então quando me dei conta que o Gustavo estava "meio" abandonado por mim, só percebi isso quando num belo dia eu estava sentada no sofá com not no colo e ele no andador, parou na minha frente ficou um tempão me olhando quietinho e eu nem percebi no seu rosto um belo de um sorriso que ja fazia tempo que ele estava sorrindo. Esse sorriso me deu um aperto no coração, ele parecia dizer: "-Mamãe eu estou aqui, olha pra mim...." Nesse belo dia, prometi pra mim mesmo que eu so iria entrar na intenet quando ele estivesse dormindo ou passeando com o vovô. E é isso que estou fazendo, ta certo que quando ele esta assistindo a Galinha Pintadinha, eu dou uma corridinha aqui, mas eu quero ver as descobertas do meu filho, o sorriso gostoso dele, brincar com ele no chão, passear e muitas outras coisas porque tudo isso é um momento único que jamais vai se repetir. Então todas nós viciadas em internet, eu deixo um aviso: - Essa fase maravilhosa dos nossos filhos passa muito rápido e não tem como voltar pra ver o que perdemos, agora, internet existe o google onde você pode ver tudo o que perdeu no dia. E por fim, convido todas a fazer uma reflexão sobre quanto de atenção você da a seu pequeno, e quanto tempo você passa na internet, que na maioria das vezes é sempre vendo as mesmas coisas. Eu adoro a internet e não vivo sem ela, mas o Gustavo pra mim é e sempre vai ser prioridade, não quero perder as descobertas, os sorrisos, as manhas, os choros, a alegria e resumindo, não quero perder o crescimento dele. Deixo a minha dica,,, não percam um só sorriso dos seus filhos, porque esse vocês não vão achar no google.
Nunca mais quero perder toda essa alegria

9 comentários:

  1. De: Jojo Garcia
    Ju, seu blog esta lindo, parabens, adorei sua postagem e continue postando mais coisinhas legais. bjos

    ResponderExcluir
  2. belíssima reflexão Juh!
    a alguns dias estava refletindo sobre isso tbm, e assim como vc to evitando de ficar horas na net, e to aproveitando muito mais o meu dia curtindo a Júlia, e as vezes ate quando ela dorme eu não tiro os olhos dela, velando o sono dela,rs e olha não a nada mais gratificante nesse mundo que acompanha o desenvolvimento de nossos filhos!

    beijos nossos!

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post!
    Me pergunto se não estou exagerando tb, tanto que essa semana fiquei mais ausente da net.

    bjo!

    ResponderExcluir
  4. net vicia msm... tbm estou dando um tempinho pra curtir mais meu filhote. Tbm me sinto culpada por as vezes torcer pra ele dormir um pouquinho mais pra dar mais tempo no pc... eita temos que abrir o olho pois isso acab até interferindo em um desenvolvimento sadio dos nossos filhotes!!! bjks!!!

    ResponderExcluir
  5. Que belo post... é a primeira vez que venho aqui e adorei. Também já refleti muito quanto ao tempo que passo no pc e ao que dedico a minha filha e mudei muita coisa em relação a isso. Procuro entrar agora somente quando ela dorme ou quando vai para a escola, antes de eu ir dar aulas. E vejo o quanto nossa relação melhorou. Vou voltar aqui para ler com mais calma. Beijos mil

    ResponderExcluir
  6. nossa me identifiquei muito com esse post pois passo muito tempo na internet e tbm já dou um tempo ainda mais que minha Aninha só quer colo então nem que eu quisesse eu ia poder ficar só na net ! mais quando ela dorme eu corro pra cá kk

    ResponderExcluir
  7. Olá adorei o post, isso tbm já passou mto pela minha cabeça tanto q no meu blog minha ausência é bastante. Lindo seu filho.. gostei muito do seu blog. Me add estou te seguindo =].
    Bjos..

    ResponderExcluir
  8. Olá minha querida Juliana!
    Tbém me identifiquei muito com seu texto...sabe precisamos da ajuda de Deus para administrarmos o tempo que gastamos na internet, senão nada muda...
    Vim te desejar um feliz dia das mães
    bjus
    \Com amor
    Marly

    ResponderExcluir
  9. Oie...,

    Vi que deixou um comentário no meu blog q seu filho está com hidrocele... fique tranquila... vai dar tudo certo. Hoje o Flavio tem 3 anos, está ótimo e sem nenhuma cicatriz... srsrsrs... ele estava ótimo já no dia seguinte...
    Achei importante indicar o médico, pq sei o que passei...

    Bjs, Pri

    ResponderExcluir

Meu amor, minha vida

Meu amor, minha vida

A difícil arte de ser mãe

Quando um bebê decide vir ao mundo, nasce com ele uma mamãe.

Uma mãe é mãe desde o primeiro instante. Mesmo quando a vida ainda é um minúsculo ser implantado no ventre, a gente já é mãe do coração. Todo nosso pensamento, todo nosso cuidado se volta para esse serzinho que, tão minúsculo, já provoca emoções tão grandes.

A simples descoberta já nos traz um turbilhão de emoções inexplicáveis. A vida nunca mais vai ser a mesma. E nos perguntamos: "será que vou ser uma boa mãe?" "Será que vou saber cuidar do meu bebê?"

Mas uma mãe não nasce mãe e não aprende a ser em escolas. Uma mãe é e isso basta. Mãe sente, mãe adivinha, mãe aprende sofrendo, mãe sofre aprendendo.