Gustavo Henrique 1 mes

Gustavo Henrique 1 mes

sábado, 24 de setembro de 2011

10 meses de muito Amor!

Hoje 24/09 meu grande amor completou 10 meses,,,,nossa, como passou rápido.Minha gravidez parece que demorou uma eternidade (39 semanas e 4 dias). A cada dia que passa eu me surpeendo mais em ser mãe, gente como é dificíl e olha que isso é só o começo.... Bom, como ele esta completando 10 meses deixa eu ficar por dentro do que ele vai ser capaz de fazer em seu desenvolvimento. O bebê está se tornando mais consciente do meio que o rodeia Os jogos que estimulam a curiosidade natural dos bebés são ideais para esta idade, à medida que a capacidade de raciocínio amadurece e começam a entender conceitos mais complexos. Brinquedos repletos de atividades, com vários mecanismos para serem explorados, também são especialmente interessantes e benéficos nesta fase. Tem dúvidas sobre áreas de desenvolvimento do seu filho de 10 meses? Leia o que dizem os nossos especialistas. -O bebê talvez já consiga andar, se o segurar pelas mãozinhas. -Consegue ter a percepção de profundidade se gatinhar: não tenta descer degraus lançando-se de cabeça. -Começa a olhar para as coisas que deixa cair. -Responde a uma ou duas ordens. -Tem medo de locais estranhos. -Começa a antecipar e a lembrar. Quando a geladeira está aberta, o bebê já está à espera de comida; quando a mãe pega na mala, o bebê antecipa que ela vai sair. Brinquedos adequados para esta idade: - Brinquedos que incentivem o desenvolvimento físico, como dar os primeiros passos e andar. - Brinquedos que incentivem a aprendizagem básica Porque o seu filho está se tornando mais consciente do meio que o rodeia, fica intrigado com os objetos do dia-a-dia. Brinquedos que são familiares ao bebê aguçam a sua curiosidade e proporcionam uma forma segura, divertida e intelectualmente interessante de explorar. Bolas grandes com orifícios ou ranhuras para agarrar Brinquedos para imitar a realidade, como ferramentas de brincar Peças grandes para encaixar O que pode fazer para ajudar ainda mais o seu bebê: "Para onde foi?" Nesta fase, o seu filho já está pronto para entender o conceito de permanência dos objetos. Diga-lhe que os objetos que estão escondidos podem aparecer novamente e demonstre-o escondendo um brinquedo e perguntando: "Para onde foi?" Depois mostre o brinquedo e diga: "Ah, ele está aqui!" Depressa o bebê vai perceber este conceito foi de brincadeira, e começa a perceber que os pais vão embora mas que voltam, e até mesmo a antecipar o seu regresso. Enriqueça a percepção tátil do bebê mostrando as diferentes texturas do brinquedo. Incentive-o a explorar o brinquedo, colocando os seus dedinhos sobre as diferentes texturas e dizendo, por exemplo: "Isto é ondulado, não é?" Como sempre, em todas as oportunidades que tiver, reforce a aprendizagem da linguagem aplicando palavras às experiências. Da mesma maneira, exercite a percepção visual do bebé apontando para os diferentes padrões visuais do brinquedo.

Meu amor, minha vida

Meu amor, minha vida

A difícil arte de ser mãe

Quando um bebê decide vir ao mundo, nasce com ele uma mamãe.

Uma mãe é mãe desde o primeiro instante. Mesmo quando a vida ainda é um minúsculo ser implantado no ventre, a gente já é mãe do coração. Todo nosso pensamento, todo nosso cuidado se volta para esse serzinho que, tão minúsculo, já provoca emoções tão grandes.

A simples descoberta já nos traz um turbilhão de emoções inexplicáveis. A vida nunca mais vai ser a mesma. E nos perguntamos: "será que vou ser uma boa mãe?" "Será que vou saber cuidar do meu bebê?"

Mas uma mãe não nasce mãe e não aprende a ser em escolas. Uma mãe é e isso basta. Mãe sente, mãe adivinha, mãe aprende sofrendo, mãe sofre aprendendo.